Ministério Público acusa homem de 67.624 crimes de pornografia de menores


 

Lusa/AO Online   Nacional   7 de Dez de 2016, 16:09

Um homem residente em Faro, no Algarve, foi acusado pelo Ministério Público (MP) da prática de 67.624 crimes de pornografia de menores, alegadamente por ter trocado com milhares de pessoas fotos e vídeos com conteúdo pornográfico.

 

De acordo com uma nota divulgada na página da internet da Procuradoria da Comarca de Faro, o homem, de 41 anos, está indiciado "pela prática de crimes de pornografia de menores e de pornografia de menores agravada".

"Foram imputados ao arguido 67.624 crimes de pornografia de menores, em virtude de, segundo a acusação, ter descarregado, carregado e trocado com milhares de pessoas pela internet esse número de ficheiros", lê-se na nota da Procuradoria de Faro.

De acordo com a acusação, o arguido "dedicava-se há cerca de 10 anos à obtenção e divulgação de fotografias e vídeos pornográficos envolvendo crianças e jovens […] com menos de 14 anos, em atos sexuais entre si e com adultos".

O homem foi detido pela Polícia Judiciária em 2015, no âmbito de um inquérito dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.