Saúde

Ministério da Saúde quer questionários sem discriminações

Ministério da Saúde quer questionários sem discriminações

 

Lusa / AO online   Nacional   3 de Ago de 2010, 18:15

O Ministério da Saúde aconselha todas entidades que fazem recolha de sangue a utilizar o questionário do Instituto Português do Sangue (IPS) dirigido aos dadores.
"O Ministério da Saúde já fez uma recomendação sobre o tipo de questionário que deve ser utilizado em todos os locais de recolha de sangue", sublinhou uma fonte do ministério, em declarações à agência Lusa, comentando alegados casos de discriminação relativamente à orientação sexual.

Desde 31 de Janeiro de 2008 que o Instituto Português do Sangue (IPS) tem em vigor um questionário que deverá ser preenchido pelos potenciais dadores sanguíneos, em todos os locais de recolha de sangue, o qual omite qualquer referência relacionada com a orientação sexual.

"Nos últimos seis meses teve novo(a) parceiro(a) sexual?" e "Alguma vez teve contactos sexuais a troco de dinheiro ou drogas?" são algumas das questões que são colocadas a quem pretende doar sangue, segundo o inquérito-padrão do IPS, a que a Lusa teve acesso.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.