Michael Schumacher torna-se taxista para chegar a tempo ao aeroporto

Michael Schumacher torna-se taxista para chegar a tempo ao aeroporto

 

Lusa/AO online   Outras modalidades   11 de Dez de 2007, 11:43

O ex-piloto alemão Michael Schumacher queria ir buscar um cão a Cobourg e, para não perder o avião, optou por conduzir o táxi até ao aeroporto, transformando o motorista em passageiro, relata esta terça-feira a imprensa germânica.
     O taxista Tuncer Yilmaz disse ao jornal Abendzeitung que, perante a perspectiva de perder o avião, o heptacampeão mundial de Fórmula 1 perguntou-lhe se o podia substituir ao volante do automóvel e, depois de uma condução próxima da pilotagem, acabou por chegar a horas ao aeroporto.

    “Estive no banco do passageiro ao lado de ‘Schummi’, é incrível. Ele fez ultrapassagens inacreditáveis e fez as curvas a toda a velocidade”, revelou o motorista, que acrescentou que o antigo piloto estava acompanhado da mulher e de duas crianças.

    A porta-voz do ex-piloto, Sabine Kehm, já confirmou a notícia à agência alemã de informação desportiva SID, precisando que a família Schumacher deslocou-se a Cobourg para ir buscar um cão a uma criadora das redondezas.

    Schumacher terminou a carreira na Fórmula 1 no final de 2006, depois de ter conquistado sete títulos mundiais, cinco dos quais ao serviço da Ferrari, marca da qual continua a ser conselheiro especial.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.