Mercados retomam normalidade com vários indicadores económicos a serem revelados

Mercados retomam normalidade com vários indicadores económicos a serem revelados

 

Lusa / AO online   Economia   4 de Jan de 2015, 12:21

A semana que agora arranca vê os mercados financeiros retomarem a normal atividade após um período com algumas pausas, motivadas pelo Natal e Ano Novo, sendo revelados nos próximos dias vários indicadores económicos na Europa e nos Estados Unidos.

 

Segundo Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium investment banking, a semana mais curta tida entre o Natal e a passagem de ano revelou que a globalidade dos índices mundiais registaram um balanço positivo em 2014, "onde o PSI20 e o índice de ações grego, o ASE, foram as exceções de maior relevo".

O facto de o primeiro-ministro grego ter falhado a terceira tentativa de eleição do presidente no parlamento gerou algum nervosismo nas praças, realçou o analista.

Na segunda-feira, dia 05, o Instituto Nacional de Estatística (INE) revela o índice de confiança do consumidor e o indicador de clima económico em Portugal, com dados relativos a dezembro.

No mesmo dia, mas na Alemanha, o índice harmonizado de preços no consumidor deverá apontar para uma descida de 30 pontos base na inflação homóloga germânica, para os 0,2% em dezembro.

Já na terça-feira, o PMI Serviços "dará a conhecer o ritmo da atividade terciária nos vários países da zona euro, antecipando-se que em termos agregados se tenha registado uma aceleração do ritmo de expansão em dezembro", perspetiva Ramiro Loureiro.

Para quarta-feira poderão ser reveladas as minutas da última reunião da Reserva Federal (Fed), "e os investidores deverão estar interessados em procurar por mais sinais do discurso de 'paciência' quanto aos aumentos da taxa de juro referência que a Reserva Federal tem tido".

Nos EUA serão ainda conhecidos dados de emprego referentes a dezembro e a balança comercial de novembro, sendo que irão ser também reveladas a taxa de desemprego na Alemanha - que deve ter permanecido nos 6,6% em dezembro - e na zona euro, estimada nos 11,5% em novembro.

Na quinta-feira, o Eurostat revela indicadores de confiança de diversos setores de atividade na zona euro (Indústria, Serviços, Consumidores, Empresários e Economia) relativos ao mês de dezembro.

Serão também conhecidos nesse dia o índice de preços no produtor e vendas a retalho da zona euro em novembro (sendo estimada uma subida homóloga de 0,2%).

Por fim, na sexta-feira será conhecido o saldo da balança comercial de Portugal, Alemanha, França e Reino Unido.

Nos EUA será conhecido o relatório de emprego de dezembro, destacando-se a taxa de desemprego que se espera que caia para os 5,7%.

Em termos de dívida pública, vão realizar-se esta semana leilões de França (dia 05), na Alemanha (dia 07), em Espanha (dia 08) e França (dia 08).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.