Agricultura

Mercado de Produtos Biológicos inédito no país abre na Praia da Vitória

Mercado de Produtos Biológicos inédito no país abre na Praia da Vitória

 

Lusa/AO online   Regional   5 de Out de 2012, 13:42

O Mercado de Produtos Biológicos da Praia da Vitória, o primeiro do género no país, com uma área coberta de 80 metros quadrados, é hoje inaugurado na ilha Terceira, nos Açores, para dar um contributo à economia local.

"Este projeto tem muita relevância porque é o primeiro mercado apenas com produtos biológicos que existe na região e no país", afirmou Roberto Monteiro, presidente da Câmara da Praia da Vitória, em declarações à Lusa, acrescentando que o novo mercado terá um papel a desempenhar na economia do concelho, uma vez que a produção biológica "gera valor acrescentado". O mercado, orçado em 130 mil euros, dos quais 40 por cento comparticipados por fundos comunitários e o restante pelo município e pelo Governo Regional, vai ser gerido pela Bioazórica, a única cooperativa de agricultores de produtos biológicos certificados existente na ilha Terceira, com "mais de 150 associados", oriundos da maioria das ilhas dos Açores. O novo espaço, com uma área coberta de 80 metros quadrados e uma zona exterior com 30 metros quadrados, possui esplanada e "canteiros com plantas aromáticas e pequenas produções biológicas", estando prevista a venda de produtos "em estado natural e transformados" para consumo imediato. O Mercado de Produtos Biológicos, que está situado junto a uma zona verde e a um parque de estacionamento, estará aberto inicialmente de sexta-feira a domingo, tendo Roberto Monteiro assegurado que a decisão não se deve a receio de falta de procura, mas a "algumas reservas" quanto à capacidade de resposta dos produtores. Roberto Monteiro frisou que as campanhas de sensibilização promovidas pela autarquia sobre agricultura biológica estiveram "sobrelotadas", acrescentando que foi realizado um "estudo de mercado que aponta claramente para existência de procura". "Não tenho dúvidas de que o número de produtores biológicos vai aumentar, pelo menos, cinco vezes", afirmou, recordando que a existência de um local para comercializar os seus produtos era uma das principais reivindicações dos produtores biológicos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.