Menos 84 famílias sobre-endividadas pedem ajuda à Deco no 1º trimestre

Menos 84 famílias sobre-endividadas pedem ajuda à Deco no 1º trimestre

 

Lusa/AO Online   Economia   4 de Mai de 2017, 07:46

Mais de sete mil famílias sobre-endividadas pediram no primeiro trimestre ajuda ao Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado (GAS) da Deco, menos 84 famílias do que em igual período de 2016, mas apenas 630 tiveram as dívidas reestruturadas.

 

De acordo com a associação de defesa do consumidor, o desemprego foi a causa de 20% dessas situações de sobre-endividamento, quando no primeiro trimestre do ano passado tinha sido responsável por 27% das situações.

O crédito à habitação voltou a ser o mais renegociado pela Deco, em quase 83% dos pedidos de apoio, o crédito pessoal cerca de 14% e o crédito automóvel 11%.

Quanto às habilitações académicas, a maioria das famílias que pede ajuda têm o ensino secundário (31%) ou o 3.º ciclo (16%), representando o ensino superior 23%.

A taxa de esforço média dos processos de sobre-endividamento nas mãos da Deco foi de 69% nos primeiros três meses do ano, mostrando uma subida face à taxa de esforço de 67% no primeiro trimestre de 2016.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.