Menos 5.500 pessoas a receber Rendimento Social de Inserção em outubro

Menos 5.500 pessoas a receber Rendimento Social de Inserção em outubro

 

LUSA/AOnline   Nacional   16 de Dez de 2012, 12:13

O número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI) continuou a cair em outubro deste ano, havendo menos 5.542 pessoas a receber esta prestação social do que em setembro, segundo dados oficiais.

As estatísticas mais recentes apresentadas no site do Instituto da Segurança Social indicam que 285.11 pessoas beneficiavam do RSI em outubro, contra 290.635 em setembro, o que representa uma quebra de 1,9 por cento.

Face a janeiro, a quebra é de cerca de 10 por cento, já que no primeiro mês do ano havia 318.685 pessoas a usufruir deste rendimento.

Quebra semelhante nota-se ao comparar o mês de outubro deste ano com o mês homólogo do ano anterior, quando 314 mil pessoas recebiam o RSI, o que significa menos 29 mil pessoas em 2012.

O número de beneficiários desta prestação tem vindo a descer sempre desde julho último, quando entraram em vigor as novas regras de atribuição de prestações do sistema de segurança social.

Desde essa altura que, por exemplo, todas as pessoas com mais de 25 mil euros em depósitos bancários ficaram de fora do RSI.

Os dados da Segurança Social mostram que em outubro deste ano a maioria dos beneficiários (103.679) era menor de 18 anos, uma tendência que é habitual. Na distribuição por sexos, 147.864 dos apoiados são mulheres e 137.247 são homens.

Por centros distritais, o Porto mantém-se como aquele em que há registo de mais beneficiários (83.606), seguido de Lisboa (com 59.790) e de Setúbal (23.567).

O valor médio da prestação de RSI processado por cada família em outubro foi de 212,16 euros e por cada beneficiário foi de 83,05 euros.

Na sexta-feira, o secretário de Estado da Segurança Social anunciou a contratação de mais 200 técnicos para acompanhar famílias beneficiárias do RSI em Vila Real, Setúbal, Lisboa e Porto, um investimento de cinco milhões de euros.

Estes são distritos que, segundo o governante, apresentam “índices muito gravosos de número de processos por técnico”.

O RSI será, em 2013, uma das prestações sociais que mais desce no Orçamento do Estado. Em 2012, o montante atribuído a esta prestação foi de cerca de 390 milhões de euros, mais 22 por cento do que a verba orçamentada para o próximo ano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.