Memórias

Memórias de um partidário de Humberto Delgado nos Açores

Memórias de um partidário de  Humberto Delgado nos Açores

 

Francisco Cunha   Regional   11 de Set de 2010, 21:01

"A PIDE até deixava-nos reunir, distribuir cartazes e mesmo fazer alguma propaganda. Mas no dia a seguir às eleições, era um risco contestar os resultados eleitorais!"

É assim que José Paulino Macedo Alves recorda como foi fazer campanha eleitoral sobre os auspícios da ditadura em 1958, quando foi delegado da candidatura à presidência de Humberto Delgado, o "General sem medo" que declarou que iria demitir Salazar se fosse eleito.

"Mal comecei a preparar a campanha, um conhecido meu que pertencia à PIDE foi ter comigo a casa avisar-me para não me meter mais nesses assuntos" recorda José Alves.

"Ele disse mesmo que eu estava na lista negra deles, lá no quartel em Ponta Delgada!".

 

 

Leia esta notícia na íntegra na edição impressa de 12 de Setembro do Açoriano Oriental

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.