Membros do Conselho Geral Independente da RTP iniciaram hoje funções

Membros do Conselho Geral Independente da RTP iniciaram hoje funções

 

Lusa/AO Online   Nacional   12 de Set de 2014, 06:31

Os membros do Conselho Geral Independente (CGI) da RTP iniciaram hoje funções para eliminar qualquer risco de interferência política na televisão pública nos próximos seis anos, anunciou o gabinete do ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional.

A professora universitária Ana Lourenço, o vice-reitor da Universidade de Lisboa, António Feijó, a gestora cultural Simonetta Luz Afonso, o professor universitário Manuel Pinto, o ex-presidente da ANACOM Álvaro Dâmaso e o ex-administrador da Fundação Gulbenkian Diogo Lucena foram hoje formalmente investidos em funções por Miguel Poiares Maduro.

A criação do CGI "procura contribuir quer para uma cabal eliminação do risco, ou da perceção do risco, de interferência do poder político na atuação da RTP, que afeta negativamente a credibilidade e imagem do serviço público perante os portugueses, quer para uma gestão mais eficaz e eficiente da sociedade", lê-se na lei que cria o conselho.

O CGI terá a função de definir as linhas orientadoras da empresa para o cumprimento das obrigações do serviço público, nomeando o Conselho de Administração e elaborando o projeto estratégico da RTP, bem como supervisionar a sua prossecução em substituição da tutela.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.