Médicos terão acesso a sistema idêntico ao do VAR no Mundial2018

Médicos terão acesso a sistema idêntico ao do VAR no Mundial2018

 

Lusa/AO online   Futebol   27 de Fev de 2018, 14:34

As equipas médicas das seleções participantes do Mundial2018 terão acesso a imagens televisivas no diagnóstico de lesões que os futebolistas sofram na cabeça, através de um sistema semelhante ao utilizado pelo videoárbitro.

O presidente do Comissão Médica da FIFA, Michel D'Hooghe, revelou à agência noticiosa norte-americana AP que um segundo clínico terá acesso às imagens do jogo em circuito fechado, com o objetivo de ajudar no diagnóstico realizado pela equipa médica presente no relvado.

O organismo regulador do futebol mundial está a apostar no reforço da capacidade de diagnóstico relativamente às lesões sofridas pelos jogadores na cabeça, na sequência das situações de atletas que sofreram concussões e tentaram permanecer em campo, ocorridas durante o Mundial2014.

O International Board (IFAB) vai decidir no sábado sobre o recurso ao sistema de videoárbitro pela primeira vez numa fase final do Campeonato do Mundo, cuja edição de 2018 se vai realizar na Rússia, entre 15 de junho e 14 de julho, com a participação da seleção portuguesa.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.