Medicamentos não genéricos mais baratos quatro por cento

Medicamentos não genéricos mais baratos quatro por cento

 

Lusa/AO Online   Economia   1 de Jul de 2010, 06:21

 Os medicamentos não genéricos estão a partir de hoje mais baratos cerca de quatro por cento, estando a indústria impedida de colocar nas farmácias remédios com preço antigo, segundo a portaria que define a revisão dos preços destes medicamentos.

A portaria nº 337-A/2010, publicada em Diário da República a 16 de junho, que estabelece os princípios a observar na revisão anual dos preços destes remédios, determina a aplicação de um fator de redução correspondente a 3,85 por cento no preço dos medicamentos não genéricos.

Estes remédios ficarão, desse modo, mais baratos para o utente, permitindo ao Estado poupar nas comparticipações.

Com a entrada em vigor do diploma, a indústria farmacêutica não pode colocar nas farmácias nem nos distribuidores (grossistas) medicamentos com o preço antigo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.