Médica acusada de ofensa à integridade devido a morte de bebé nos Açores vai a julgamento

Médica acusada de ofensa à integridade devido a morte de bebé nos Açores vai a julgamento

 

LUSA/AO online   Regional   29 de Jun de 2017, 18:24

Uma médica do hospital de Angra do Heroísmo, nos Açores, acusada do crime de ofensa à integridade física devido à morte de um bebé, vai a julgamento, decidiu o juiz de instrução criminal, foi hoje anunciado

De acordo com informação disponibilizada na página na Internet da Procuradoria da Comarca dos Açores, por decisão de dia 16 do juiz de instrução criminal de Angra do Heroísmo, “foi pronunciada por um crime de ofensa à integridade física grave, agravado pelo resultado morte de vítima, nos precisos termos constantes da acusação pública”, deduzida a 07 de fevereiro “contra uma médica obstetra do Hospital Santo Espírito”, na ilha Terceira.

“A arguida será, pois, submetida a julgamento em data a designar, aguardando os ulteriores termos do processo sujeita a termo de identidade e residência”, acrescenta.

Em fevereiro, a Procuradoria da Comarca dos Açores adiantou na mesma página que “os factos remontam ao ano de 2010 e deles terá resultado a morte, em 25 de dezembro desse ano, de uma criança nascida cinco meses antes, em parto assistido medicamente pela arguida”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.