Liga dos Campeões

Matheus brilha e mantém Sporting de Braga na corrida

Matheus brilha e mantém Sporting de Braga na corrida

 

LUSA/AOnline   Futebol   23 de Nov de 2010, 20:02

Dois golos de Matheus permitiram ao Sporting de Braga vencer em casa o Arsenal por 2-0 e continuar na corrida por um lugar nos oitavos de final da Liga dos Campeões em futebol.
Na quinta jornada do Grupo H, a formação orientada por Domingos Paciência vingou a goleada sofrida em Londres (6-0) e foi paciente o suficiente para esperar pela hora “H” para alcançar o terceiro triunfo na fase de grupos, passando a contabilizar os mesmos nove pontos que o adversário de hoje e menos três que do que o Shakhtar.

Ainda assim, a tarefa do Sporting de Braga mantém-se complicada, já que se torna necessário somar mais pontos na Ucrânia do que o Arsenal na recepção ao Partizan (só derrotas no grupo) ou vencer por quatro golos os ucranianos.

Num jogo lento e sem grandes oportunidades de golo, a meia casa que assistiu ao vivo ao encontro precisou de 83 minutos para saudar aqueles que apelidam de “guerreiros do Minho”, quando Elton isolou Matheus e o avançado brasileiro desfez o “nulo” com categoria.

Já no último minuto da compensação, Matheus tirou da cartola o momento do jogo, com uma excelente jogada individual, culminada com um remate certeiro e sem hipóteses para o guarda-redes adversário.

A formação portuguesa começou o encontro pacientemente e a perceber as movimentações dos ingleses (com grande posse de bola) e, fruto de algum estudo mútuo, os primeiros 30 minutos foram uma total nulidade, tanto para um lado como para outro.

Depois disso, os jogadores “acordaram” e Fabregas, aos 32 minutos, chamou Felipe a intervir com uma sacudidela para fora.

Pouco depois, Felipe voltou a ser determinante, com uma saída arrojada aos pés de Walcott e, no mesmo minuto (35), Lima deu o primeiro sinal da ambição bracarense, com um remate forte, mas ao lado.

No início da segunda parte, o Arsenal continuou com o dobro da posse de bola, mas manteve-se incapaz de criar alguma ocasião de perigo, sendo até o Sporting de Braga a tentar o golo, com um remate cruzado de Matheus (57 minutos).

Aos 60 minutos, Luís Aguiar teve nos pés a possibilidade de fazer o primeiro do jogo, quando após uma jogada da direita, rematou de zona frontal, mas ligeiramente ao lado da baliza de Fabianski.

Com esta oportunidade, os bracarenses ganharam algum ascendente, embora tenha sempre parecido que o Arsenal, que tem agora uma recepção ao Partizan de Belgrado, tinha o jogo perfeitamente controlado.

Apesar de esse aparente controlo, o Sporting de Braga revelou tremenda eficácia já perto do fim, com os dois golos de Matheus, que deixam o grupo em aberto no que respeita ao apuramento para a fase a eliminar.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.