Marina polémica na Madeira recebe mais 600 mil euros

Marina polémica na Madeira recebe mais 600 mil euros

 

LUSA/AO Online   Regional   8 de Dez de 2014, 14:20

A sociedade da Ponta Oeste da Madeira vai receber do orçamento regional mais 600 mil euros para a reconstrução dos paredões da marina do Lugar de Baixo, uma obra polémica que já ascende aos 100 milhões de euros.

O valor está revelado numa resolução publicada no Jornal Oficial da Região e pretende "finalizar os trabalhos de reconstrução dos paredões da marina do Lugar de Baixo", situada no concelho da Ponta do Sol. De acordo com a resolução, a homologação deste montante está abrangida pelo "Programa de Reconstrução da Madeira - Intempérie de 2010". O projeto da marina do Lugar de Baixo, inaugurado em 2004, tem sido muito criticado na Madeira, visto que teve um custo inicial superior a 36 milhões de euros, mas devido à necessidade de frequentes obras de recuperação, na sequência de prejuízos provocados pelas tempestades na orla marítima, o montante dos investimentos já ultrapassa os 100 milhões. As primeiras notícias de problemas com a estrutura - devido à força das ondas - datam de 2005, altura em que foi fustigada pelo menos cinco vezes. Já em 2006, a marina foi interditada à população devido ao perigo de queda de pedras no local, decisão suportada por um parecer do Laboratório Regional de Engenharia Civil. Este parecer mencionava ser impossível "garantir, com carácter definitivo e de forma peremptória," que não ocorreriam quedas de pedras e derrocadas, dadas as características orográficas e geológicas de uma terra como a Madeira, porque tudo depende das condições de erosão e degradação da referida escarpa. A marina foi construída com capacidade para 297 embarcações entre os oito e os 25 metros e foi aberto um concurso público para a subconcessão dos terrenos adjacentes para a construção de um projeto imobiliário pelo grupo Pestana.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.