Marco Silva espera regresso às vitórias na receção ao Marítimo

Marco Silva espera regresso às vitórias na receção ao Marítimo

 

AOnline/LUSA   Futebol   25 de Out de 2014, 14:26

O treinador do Sporting, Marco Silva, afirmou hoje que a equipa quer regressar domingo às na receção ao Marítimo, da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol, recusando a ideia que o grupo possa estar cansado.

"A perspetiva é de um bom jogo frente a um adversário difícil e que tem vindo a fazer bom campeonato, mas o resultado que nos interessa são os três pontos. Não adianta falar de cansaço, temos que dar o máximo para conseguir os três pontos", disse Marco Silva na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com os madeirenses.

O técnico considerou que o Marítimo é uma equipa que tem colocado problemas a todos os seus adversários e não espera facilidades para conseguir a vitória, rejeitando a ideia que a equipa possa apresentar algum cansaço pela sequência de jogos que tem disputado.

"Mesmo com jogos seguidos, a equipa tem dado uma resposta em termos físicos excelente. Não há cansaço nenhum e não vai haver gestão. Vão jogar os que achamos melhores para este jogo, que é muito importante. Estamos focados nos três pontos e vamos dar tudo", frisou.

Marco Silva considerou depois que toda a polémica causada pelo jogo frente ao Schalke 04, em que o Sporting se queixa de ter sido prejudicado pela arbitragem (penalti inexistente nos descontos permitiu a vitória dos alemães por 4-3, na Liga dos Campeões), não vai trazer mais motivação ao grupo.

"A polémica não traz mais motivação, o que traz motivação é o que temos vindo a fazer. A polémica aconteceu porque algo de anormal se passou. Temos uma vontade enorme de regressar às vitórias, que era o que iria acontecer se tivesse sido tudo normal naquele jogo", salientou.

Em relação aos adeptos, Marco Silva não espera uma receção diferente à equipa pela resposta dada no último jogo da Alemanha, referindo que os adeptos têm dado um apoio "fantástico" à equipa.

"Nota-se que estão satisfeitos com o que temos produzido mas queremos mais. Os reconhecimentos terão que chegar no final da época, agora só temos que ser nós a reconhecer o apoio magnífico que os adeptos nos têm dado", defendeu.

O treinador dos "leões", que confirmou as ausências de Slimani e Jefferson devido a problemas físicos, espera que a equipa consiga mostrar a mesma capacidade que tem mostrado nos jogos fora e deixou elogios a Nani.

"Sabíamos dos problemas físicos que o tinham afetado e temos tido cuidados grandes para que ele jogue sistematicamente e só num jogo é que não fez os 90 minutos. Ele também se cuida bem fora do campo e vamos continuar a trabalhar desta forma", disse.

Marco Silva comentou também as situações de Slavchev e Rabia, jogadores que chegaram este ano ao clube e que não têm entrado nas opções.

"O Slavchev tem trabalhado forte e está a lutar pelo seu espaço. Vem de uma cultura e de um futebol diferentes, temos que ter paciência, mas acreditamos no seu valor. O Rabia foi operado e está mais atrasado. Tem trabalhado a 100 por cento, mas vai ter que melhorar os índices físicos para lutar pelo seu lugar na equipa", concluiu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.