Manifestação em Bruxelas resulta em 23 detenções e 5 feridos no hospital

Manifestação em Bruxelas resulta em 23 detenções e 5 feridos no hospital

 

Lusa/AO online   Internacional   24 de Mai de 2016, 16:24

Os confrontos na manifestação contra o aumento do horário laboral, em Bruxelas, resultaram em 21 detenções administrativas e duas judiciais e cinco feridos transportados para o hospital, incluindo o responsável da polícia pela segurança.

 

Citando um porta-voz policial, a imprensa local indicou que após a marcha chegar à estação do Midi, pelas 13:30 (12:30 em Lisboa), registaram-se confrontos entre uma dezena de manifestantes, alguns de cara tapada, e as forças policiais.

Destes confrontos resultaram vários feridos, dos quais cinco foram transportados para o hospital, incluindo o comissário Pierre Vandersmissen, responsável pelo dispositivo policial na manifestação

A imprensa local referiu que o agente foi atingido, na cabeça, por um projétil e que a Cruz Vermelha terá assistido outras 16 pessoas e três polícias.

A polícia anunciou que a maioria dos detidos são jovens não sindicalizados.

No edifício do Serviço Público Federal das Finanças eram visíveis estragos.

Os sindicatos indicaram que a manifestação juntou hoje 50 mil pessoas, enquanto a polícia local divulgou a participação de 60 mil e a polícia federal disse terem estado presentes 37.500 manifestantes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.