Saúde

Mais de metade dos doentes com esclerose múltipla está inactivo


 

Lusa/AO online   Nacional   25 de Mai de 2010, 15:01

Mais de metade das pessoas com esclerose múltipla encontra-se inactiva, sendo que grande parte considera ter sido forçada a reformar-se antecipadamente, segundo um estudo hoje divulgado baseado em 482 inquéritos.
A esclerose múltipla é uma doença crónica que afecta o sistema nervoso central, sendo degenerativa e interferindo com a capacidade de controlar funções como a visão, locomoção e equilíbrio.

A análise promovida pela Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM) e divulgada a propósito do Dia Mundial da Esclerose Múltipla, que se assinala na quarta-feira, concluiu que "a grande maioria dos cidadãos" com esta doença foi despedido ou forçado a reformar-se antecipadamente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.