Mais de dez mil manifestantes em Atenas e em Salónica contra a austeridade


 

Lusa / AO online   Economia   10 de Fev de 2010, 10:38

Cerca de cinco mil membros do principal sindicato dos funcionários públicos gregos (Adedy) manifestaram-se esta quarta-feira, ao fim da manhã, em Atenas e cerca de três mil em Salónica (norte) contra os cortes salariais decididos pelo governo socialista.
«Não devemos pagar a crise!», podia ler-se numa faixa empunhada pelos manifestantes que percorriam uma grande avenida do centro de Atenas, enquanto outros cartazes apelavam à «greve contra os especuladores» e pediam aos funcionários para «resistir agora».

Numa outra concentração na capital grega, a Frente de Luta Sindical (PAME), próxima do Partido Comunista (KKE), reuniu perto de cinco mil militantes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.