Mais de 600 polícias e guardas vão ser afetados a tarefas operacionais

Mais de 600 polícias e guardas vão ser afetados a tarefas operacionais

 

Lusa/AO online   Nacional   10 de Ago de 2016, 16:35

O Ministério da Administração Interna (MAI) vai libertar diariamente de tarefas burocráticas 612 elementos das forças de segurança, afetando-os a tarefas operacionais, disse fonte daquele departamento governamental.

Dos 612 elementos das forças de segurança que deixam de estar afetados a tarefas burocráticas, e passam a exercer funções operacionais, 50 serão reafetados a novos serviços, ainda este ano, enquanto os restantes 562 só ficarão adstritos a novas funções em 2017, disse à Lusa a mesma fonte.

Só de refeitórios e messes da GNR e da PSP, o MAI vai libertar, em 2017, 532 elementos das forças de segurança (337 militares da Guarda Nacional Republicana e 195 elementos da Polícia de Segurança Pública), que representam um custo anual de 12.037.891,76 euros.

Os dados a que a Lusa teve hoje acesso resultam de um levantamento efetuado pelo MAI, nos últimos meses, que visava determinar a possibilidade de desafetar elementos das forças de segurança de funções burocráticas, alocando-os a tarefas operacionais, objetivo principal das forças de segurança, referiu a mesma fonte.

“O que é importante é que as forças de segurança cumpram o seu objetivo primordial, que é zelar pela segurança de pessoas e bens e não o cumprimento de tarefas burocráticas”, indicou.

Os dados do levantamento realizado pelo MAI são conhecidos no mesmo dia em que o Correio da Manhã noticiou que o ministro das Finanças só autoriza a entrada de 300 novos polícias para formação, e não de 800, como o Governo chefiado por António Costa já prometera.

A formação de novos polícias é um processo que remonta a 2014 e que, segundo o Correio da Manhã, fica agora comprometido pela decisão do ministro das Finanças, Mário Centeno, no início deste mês, devido a “constrangimentos orçamentais”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.