Mais de 50 inundações no Alentejo


 

Lusa/AO online   Nacional   27 de Set de 2014, 19:37

O mau tempo que assolou hoje o Alentejo provocou mais de 50 inundações em casas e vias públicas, tendo o concelho de Évora, onde foram registadas 27 das ocorrências, sido o mais afetado, revelou a Proteção Civil.

No distrito de Évora, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) contabilizou, durante a tarde, um total de 44 pequenas inundações e a queda de quatro árvores e de parte do teto falso de um supermercado, sem danos pessoais.

A queda da estrutura no supermercado, acompanhada por inundação, aconteceu na cidade de Évora e obrigou ao encerramento do estabelecimento.

Os concelhos do distrito mais afetados pela forte chuvada, que chegou a ser acompanhada por granizo, foram Évora (com 27 das inundações), Arraiolos, Alandroal, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Mourão, Montemor-o-Novo e Viana do Alentejo.

Para socorrer todas estas situações, foram mobilizados 188 operacionais, auxiliados por 66 veículos, entre meios dos bombeiros PSP, GNR e serviços municipais de Proteção Civil.

Já no distrito de Beja, o CDOS da região registou, entre as 14:00 e as 18:00, inundações em Ferreira do Alentejo, Alvito e Vidigueira.

Também caíram árvores em Moura, causando danos ligeiros em duas viaturas automóveis, Aljustrel, Alvito e Odemira, disseram à Lusa os bombeiros.

Por sua vez, no distrito de Portalegre, a situação esteve mais calma, mas, ainda assim, o CDOS contabilizou pequenas inundações em Sousel e em Fronteira e uma ação de limpeza de via pública em Avis.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.