Mais de 50% dos emigrantes aceitaram proposta do Novo Banco que desbloqueia poupanças

 Mais de 50% dos emigrantes aceitaram proposta do Novo Banco que desbloqueia poupanças

 

Lusa/AO Online   Economia   26 de Ago de 2015, 10:54

O Novo Banco confirmou hoje à agência Lusa que mais de 50% dos emigrantes que subscreveram produtos do Banco Espírito Santo (BES) aceitaram a proposta para o reembolso faseado do capital investido.

A imprensa de hoje adianta que o Novo Banco garantiu a adesão de mais de 3.500 clientes emigrantes à solução proposta, que prevê o reembolso do capital investido num período de seis anos.

Contactado hoje pela Agência Lusa, o Novo Banco confirmou que mais de 3.500 dos 7.000 clientes não residentes aceitaram a proposta que desbloqueia as suas poupanças.

De acordo com o Jornal de Negócios, este nível de adesão deverá garantir a aprovação da oferta comercial que prevê a recuperação da totalidade do capital investido nos veículos Poupança Plus, Top Renda e Euro Aforro ao fim de seis anos.

Uma fonte oficial do Novo Banco disse à Lusa, no início do mês, que os 7.000 casos correspondem aplicações num valor global de 720 milhões de euros.

O Novo Banco começou a apresentar aos emigrantes em julho uma solução comercial, para reaver o dinheiro, investindo nos produtos Poupança Plus, Top Renda e EuroAforro e aguarda agora a aprovação da maioria dos sete mil clientes para avançar.

Segundo a mesma fonte, a solução comercial teve de ser autorizada pelo Banco de Portugal e prevê a assinatura prévia dos clientes para que o Novo Banco e o Credit Suisse possam anular os veículos financeiros. Só depois será possível avançar com a proposta comercial que garante pelo menos 60% do capital investido, e liquidez se essa for a opção, assim como um depósito anual crescente a seis anos, que possibilita recuperar no mínimo 90% do capital investido.

A agência Lusa tentou, sem sucesso, obter um comentário do Movimento dos Emigrantes Lesados (MEL), que vai manifestar-se na quinta-feira junto ao Ministério das Finanças, em Lisboa.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.