Mais de 5.000 ocorrências criminais nas escolas durante o ano letivo de 2015/2016

Mais de 5.000 ocorrências criminais nas escolas durante o ano letivo de 2015/2016

 

Lusa / AO online   Nacional   26 de Nov de 2016, 11:08

As forças de segurança registaram, em média, 500 ocorrências criminais por mês nas escolas durante o ano letivo 2015/2016, totalizando 5.051, números que registaram um ligeiro aumento nos estabelecimentos de ensino da área da PSP.

 

Dados enviados à agência Lusa pelo Ministério da Administração Interna (MAI), fornecidos pelas forças de segurança, indicam que a PSP registou 4.102 ocorrências criminais nas escolas durante o ano letivo 2015/2016, mais 172 do que no ano escolar anterior, quando se verificaram 3.930 participações.

Já no ano letivo 2014/2015 se tinha verificado um ligeiro aumento das ocorrências criminais, mais 42 do que no ano escolar 2013/2014.

Das 4.102 ocorrências registadas no último ano letivo, 2.849 ocorreram no interior das escolas e 1.253 no exterior dos estabelecimentos de ensino, segundo a PSP, que tem como área de atuação os grandes centros urbanos.

No último ano letivo, a PSP registou igualmente 1.350 denúncias por ofensas à integridade física e 1.045 por roubo, números semelhantes ao ano escolar 2014/2015.

Já o número de detenções feitas pela PSP nas escolas aumentaram 55 por cento no ano letivo que terminou em junho, tendo sido feitas um total de 90 detenções, enquanto no ano letivo 2014/2015 foram 58.

Das 90 detenções, 74 foram no interior dos estabelecimentos de ensino e 16 no exterior, num ano em que a PSP identificou ainda 4.751 pessoas nas escolas e registou 2.001 ocorrências não criminais, mais 183 do que no ano letivo de 2014/2015.

No âmbito da atividade da Polícia de Segurança Pública junto das escolas, foram ainda levadas ao hospital 277 pessoas no ano letivo 2015/2016, mais 35 do que no ano escolar anterior.

Já a Guarda Nacional Republicana registou 949 ocorrências criminais no ano letivo 2015/2016, tendo a maioria ocorrido no interior das escolas (796), enquanto no exterior dos estabelecimentos de ensino ou a caminho para casa verificaram-se 153 denúncias, segundo os dado enviados à Lusa.

A GNR destaca igualmente as 349 ocorrências por ofensas à integridade física, 167 por furtos e 141 por injúrias ocorridos nas escolas no último ano letivo, quando também se registaram 1.099 participações não criminais.

A GNR refere que tem registado, na sua área de intervenção, “uma diminuição das ocorrências criminais” em ambiente escolar entre 2010 e 2015, tendo as ofensas à integridade física passado das 332 denúncias para as 254, em cinco anos.

O mesmo acontece com o recurso a armas brancas e de fogo, tendo a GNR registado 38 ocorrências, em 2010, que diminuíram para 10, em 2015.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.