Mais de 5.000 assinaturas exigem aumento da remuneração complementar nos Açores

Mais de 5.000 assinaturas exigem aumento da remuneração complementar nos Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   31 de Mar de 2016, 14:17

Uma delegação do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (SINTAP) entregou hoje à presidente da Assembleia Legislativa dos Açores, na Horta, ilha do Faial, uma petição com mais de 5.000 assinaturas a exigir a revisão da remuneração complementar.

 

Aos jornalistas, Francisco Pimentel, coordenador regional do SINTAP, referiu que a remuneração complementar (destinada a compensar os custos da insularidade) não é alvo de qualquer atualização desde 2012 e que desde 2009 as remunerações base dos funcionários públicos também não são atualizadas.

"Esta é uma justa reivindicação da parte do SINTAP e da parte dos milhares de trabalhadores que são abrangidos por esta medida", sustentou o dirigente sindical, explicando que a proposta de atualização de 10% da remuneração complementar se aplica apenas aos funcionários que auferem entre os 530 euros e os 1.510 euros mensais.

O coordenador adiantou que decidiu avançar com a entrega da petição no parlamento açoriano depois de o Governo Regional se ter recusado, no final do ano passado, a negociar a revisão da remuneração complementar para 2016.

"É uma iniciativa que acalentamos com muita esperança e fazemos um apelo à consciência social dos senhores deputados para que façam um esforço no sentido de terem em conta a realidade que tem sido a degradação do poder de compra desses trabalhadores", alertou Francisco Pimentel.

O dirigente sindical disse também esperar que "haja um entendimento” entre os parlamentares no sentido de "colmatar esta situação de injustiça social", frisando que "o custo de vida é superior nos Açores" e que "as inflações são mais altas" do que no território continental.

O parlamento dos Açores, presidido por Ana Luís, vai agora apreciar a petição, eventualmente ouvir os primeiros signatários e depois levar o assunto a discussão em plenário.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.