Mais de 100 pessoas morreram nas estradas portuguesas no 1.º trimestre do ano

Mais de 100 pessoas morreram nas estradas portuguesas no 1.º trimestre do ano

 

Lusa/AO online   Nacional   3 de Abr de 2018, 09:20

Mais de uma centena de pessoas morreram nos primeiros três meses do ano nas estradas portuguesas, uma subida relativamente ao período homólogo, segundo os dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

De acordo com a informação disponível no ‘site’ da ANSR, até 31 de março morreram nas estradas portuguesas 113 pessoas, mais 15 do que no período homólogo.

As autoridades registaram nos primeiros três meses do ano 31.916 acidentes, mais 1.683 do que no período homólogo, 373 feridos graves (menos 59) e 9.041 feridos leves (mais 173).

Segundo a ANSR, Setúbal foi o distrito com mais vítimas mortais (21) nas estradas este ano, seguido dos distritos do Porto e Lisboa (13 cada). Já o distrito de Portalegre foi o único que não registou qualquer morte em acidente rodoviário.

Quanto aos acidentes, o distrito com maior número no primeiro trimestre do ano foi o de Lisboa (6.584), seguido do Porto (5.978), Aveiro (2.783) e Braga (2.763).

Os dados da ANSR indicam ainda que no último ano (entre 01 de abril de 2017 e 31 de março de 2018) os acidentes rodoviários provocaram 525 mortos, mais 92 do que no período homólogo, e 2.126 feridos graves (mais 49).

Os números da ANSR dizem respeito às vítimas mortais cujo óbito foi declarado no local do acidente ou a caminho do hospital.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.