Mongólia

Mais de 10 mil manifestantes em protesto na capital da Mongólia


 

Lusa / AO online   Internacional   5 de Abr de 2010, 18:04

Mais de 10 mil pessoas manifestaram-se esta segunda-feira no centro de Ulan Bator, capital da Mongólia, para pedir que o Parlamento seja dissolvido e que se combata a corrupção.
A manifestação foi o maior protesto a ocorrer em Ulan Bator desde Julho de 2008, quando cinco pessoas foram mortas e mais de 200 ficaram feridas em distúrbios que se seguiram a uma alegada fraude eleitoral.

Os manifestantes, muitos de áreas rurais e de bairros pobres de Ulan Bator, reclamam do governo uma melhor distribuição dos recursos naturais do país (como exploração de minas) e a luta contra a corrupção, promessas que tinham sido feitas pelos dois partidos no poder, o Partido Revolucionário Popular da Mongólia e o Partido Democrático, na altura das eleições de 2008.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.