Mais de 1.300 aves abatidas no sul da Rússia

Mais de 1.300 aves abatidas no sul da Rússia

 

Lusa/AO   Internacional   24 de Dez de 2007, 09:29

Mais de 1.300 aves foram abatidas na aldeia de Chosseini, arredores de Rostov no Don (Sul da Rússia), onde um foco de gripe aviária foi detectado na semana passada, anunciou hoje o Ministério para Situações de Emergência.

"A epizootia começou numa exploração individual, onde todas as 50 aves foram abatidas. Foi decidido também abater todas as aves da aldeia, ou seja, 1.258 cabeças", referiu o ministério, num comunicado.

    A aldeia de Chosseini encontra-se a dez quilómetros do aviário onde um foco de gripe das aves levou ao abate de 500 mil frangos, nos finais de Novembro.

    Dois outros focos foram detectados depois em duas expolorações vizinhas.

    As autoridades sanitárias impuseram então uma quarentena em todo o distrito de Zemograd, onde a aldeia está situada.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.