Euro

Maioria dos alemães é a favor do fim da moeda única

Maioria dos alemães é a favor do fim da moeda única

 

Lusa / AO online   Economia   29 de Jun de 2010, 11:00

A maioria dos alemães quer acabar com o euro e trazer der volta a antiga moeda, o marco, de acordo com os resultados de uma sondagem divulgada esta terça-feira.
A sondagem da Ipsos mostra que 51 por cento das pessoas da maior economia da Europa quer que o marco alemão volte a ser a moeda, enquanto 30 por cento manifestou desejo de manter o euro.

Os restantes inqueridos afirmaram estar indecisos.

Os alemães mais velhos mostraram vontade de voltar ao marco, com 56 por cento das pessoas com mais de 50 anos a afirmar que preferia que a velha moeda voltasse aos seus bolsos.

Por oposição, apenas 42 por cento das pessoas com idades entre os 16 e os 29 anos partilha desta opinião, segundo a sondagem.

A Ipsos entrevistou mil pessoas entre os 16 e os 64 anos, entre os dias 09 e 12 de Abril, para a elaboração deste inquérito.

A mais recente sondagem do Eurobarómetro, publicado pela União Europeia em Fevereiro, antes da crise da dívida grega, mostrava que 66 por cento dos alemães eram a favor do euro, sendo 29 por cento contra a moeda única.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.