Lula defende Dilma e diz que quer espantar o "mau humor" dos brasileiros

 Lula defende Dilma e diz que quer espantar o "mau humor" dos brasileiros

 

Lusa/AO online   Internacional   28 de Mar de 2016, 18:13

O ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o pedido de destituição analisado por uma comissão especial na Câmara dos Deputados contra Dilma Rousseff não tem argumentos necessários para vingar.

 

"Este pedido de 'impeachment' (destituição) não tem base legal, sem um crime de responsabilidade configurado nas contas de 2015, que nem foram entregues ainda, não é justificável tirá-la do cargo. Encurtar o mandato da Dilma por motivos políticos é um golpe", disse.

Lula da Silva também afirmou que aceitou ser ministro e quer participar do governo para espantar o "mau humor" dos brasileiros, que segundo ele estão muito pessimistas graças ao fraco desempenho da economia nos últimos anos.

"O Brasil sempre foi considerado um país alegre e otimista. Aqui não havia desesperança. Agora o clima está muito ruim. Nós temos que fazer um esforço para apresentar uma proposta de mudança na economia para a população que funcione", reforçou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.