Lufthansa anuncia regresso à normalidade depois da greve dos pilotos

Lufthansa anuncia regresso à normalidade depois da greve dos pilotos

 

Lusa / AO online   Economia   22 de Mar de 2015, 10:55

A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou hoje que os voos estão de volta ao normal, depois de quatro dias de greve dos seus pilotos, os quais travam uma longa disputa sobre a reforma antecipada.

 

Segundo o porta-voz da empresa, os voos de curta e média distância regressaram hoje ao normal e apenas um pequeno número de voos de longo curso foi cancelado.

O sindicato dos pilotos tinha inicialmente marcado uma greve de 24 horas para quarta-feira, mas posteriormente alargou o protesto a quatro dias.

A greve tinha como alvo atingir os voos de curto e médio curso de quarta-feira e sexta-feira e os voos de longa distância e de carga na quinta-feira e no sábado.

Ao todo, cerca de 220 mil passageiros foram afetados pelos quatro dias de greves, segundo estimativas da Lufthansa.

Esta foi a 12.º e mais longa paralisação na empresa, desde que os pilotos começaram o protesto em abril passado.

A disputa está relacionada com a intenção da Lufthansa de desfazer um acordo mediante o qual os pilotos se podem aposentar aos 55 anos, recebendo até 60 por cento do seu salário até que atinjam a idade legal de reforma aos 65 anos.

Os pilotos também estão preocupados com o objetivo da Lufthansa para desenvolver atividades de baixo custo, em resposta à concorrência crescente.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.