Londres só pode negociar acordo comercial com EUA após saída da UE

Londres só pode negociar acordo comercial com EUA após saída da UE

 

Lusa/Açoriano Oriental   Economia   16 de Jan de 2017, 17:01

O Reino Unido só pode negociar um acordo comercial com os Estados Unidos depois de sair da União Europeia, afirmou a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, numa reação a declarações de Donald Trump.

 

“Gostava de especificar uma questão que também discuti com [o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico] Boris Johnson e ele concordou comigo”, disse Mogherini à imprensa sobre o apoio manifestado pelo presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, a um rápido acordo comercial.

“É absolutamente claro para nós que, enquanto um país for um Estado-membro da UE, que é o que o Reino Unido é neste momento, sete meses depois do referendo, não há negociações bilaterais sobre qualquer acordo comercial com terceiras partes”, acrescentou.

“Isto está nos tratados e é válido para todos os Estados-membros enquanto Estados-membros, até ao último dia”.

Donald Trump, que toma posse na sexta-feira, disse numa entrevista aos jornais britânico The Times e alemão Bild que o ‘Brexit’ seria “uma coisa boa” e que vai “trabalhar intensamente" para concluir um acordo comercial bilateral “muito rapidamente”.

Mogherini também rejeitou a previsão de Trump de que outros países seguirão o exemplo do Reino Unido de referendar a permanência na UE.

“Penso que a UE se vai manter junta, estou 100% convencida disso”, disse à imprensa após a reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros em Bruxelas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.