Lojas vendem electrodomésticos mais amigos do ambiente


 

Lusa / AO online   Economia   1 de Jul de 2010, 12:38

As lojas deixam a partir desta quinta-feira de poder adquirir frigoríficos, arcas e congeladores domésticos com classe energética inferior a A, embora possam continuar a vender equipamentos destes que tenham em stock, medida europeia que a Quercus aplaude.
Em comunicado, a associação ambientalista refere que, a partir desta quinta-feira, aqueles electrodomésticos "com classe energética inferior a A deixam de poder ser colocados no mercado em toda a União Europeia, uma nova regra estabelecida pela directiva Ecodesign que, no entanto, permite o escoamento dos equipamentos com classificações inferiores já existentes" nas lojas.

Até agora, os mercados de todos os Estados-membros recebiam equipamentos de frio classificados entre A (incluindo A+ e A++) e G. Em Portugal, é "raro encontrar classes abaixo de C", segundo a Quercus.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.