Lito Vidigal revela que sempre ambicionou treinar o Vitória de Setúbal

Lito Vidigal revela que sempre ambicionou treinar o Vitória de Setúbal

 

Lusa/ AO online   Futebol   23 de Mai de 2018, 14:59

Lito Vidigal revelou hoje durante a sua apresentação como treinador do Vitória de Setúbal para as próximas duas épocas (mais uma de opção) que sempre desejou treinar o clube da I Liga de futebol.

"Estou aqui hoje a concluir um sonho de treinador, sempre ambicionei treinar o Vitória de Setúbal. Estou muito feliz por estar aqui", disse durante a conferência de imprensa que decorreu no Estádio do Bonfim.

O ex-técnico do Desportivo das Aves, de 48 anos, explicou que o seu sentimento pelo clube se deve a três dos seus ex-treinadores.

"Enquanto jogador, tive três treinadores que sempre me falaram com muito carinho do Vitória. Carlos Cardoso, que foi o meu primeiro treinador sénior, o mister Quinito e o Mourinho pai [Mourinho Félix], passaram-me sempre a mensagem e sentimento de grandeza do Vitória e isso ficou colado a mim", referiu.

Sobre os objetivos da equipa para a próxima temporada, Lito Vidigal, em alusão ao facto de os sadinos só terem em 2017/18 alcançado a permanência na derradeira jornada do campeonato, manifestou o desejo de realizar uma época mais tranquila.

"Queremos atingir os nossos objetivos, o mais rápido possível e não ter tanto sofrimento como esta época que terminou. José Couceiro esteve aqui dois anos e fez um excelente trabalho, conseguindo atingir os objetivos. Estou aqui para dar continuidade ao seu trabalho e tentar evitar que nos próximos anos não precisemos dos últimos jogos para termos casa cheia", disse.

Para atrair mais público as Estádio do Bonfim, o treinador sublinha a importância de obter resultados positivos e, se possível, conciliar esse aspeto à qualidade de jogo.

"Sei a filosofia do Vitória. É importante criar uma mescla de identidade para o nosso jogo que se enquadre na mentalidade dos setubalenses e vitorianos. Como? Acima de tudo ganhar. Não adianta termos bola se não conseguirmos ganhar. A nossa mentalidade tem de ser sempre a mesma. O objetivo é vencer. No futebol, é isso que conta. Se conseguirmos aliar as vitórias à qualidade de jogo tanto melhor. Seria o ideal", admitiu.

Ao lado de Lito Vidigal estiveram o presidente do Vitória de Setúbal, Vítor Hugo Valente, e o diretor desportivo, Sandro Mendes. O dirigente máximo do clube manifestou a sua satisfação pelo acordo celebrado com o treinador.

"Temos um grande orgulho em ter Lito Vidigal como nosso treinador a partir de hoje. O objetivo primário é garantir a permanência o mais rápido e cedo possível para evitarmos o que sofremos esta época na última jornada", disse.

O sucessor de José Couceiro no comando técnico do Vitória de Setúbal estreou-se na I Liga em 2008/09 pelo Estrela da Amadora. Também no escalão principal, orientou a União de Leiria (2009/10), Belenenses (2013/14 e 2014/15), Arouca (2016/17) e Desportivo das Aves (2017/18).

Do seu percurso fazem também parte "O Elvas", Portosantense, Pontassolense, Ribeirão, Portimonense, todos nos escalões secundários.

No estrangeiro, além de uma experiência em Angola, em 2011 e 2012, treinou os líbios do Al Ittihad Tripoli (2012/13), os cipriotas do AEL Limassol (2013/14) e os israelitas do Maccabi Telavive (2016/17), antes de ingressar no Aves.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.