Pescas

Lisboa tenta manter quotas de pescas em maratona negocial

Lisboa tenta manter quotas de pescas em maratona negocial

 

Lusa/AO online   Economia   13 de Dez de 2010, 10:27

Portugal vai tentar manter as quotas de captura de lagostim, pescada, tamboril e bacalhau em 2011 na maratona negocial que os ministros das Pescas da União Europeia iniciam esta segunda-feira em Bruxelas.
Fonte oficial portuguesa disse que o ministro das Pescas, António Serrano, parte para as conversações com “muita cautela”, mas reconheceu que, assim como acontece todos os anos, as negociações vão ser “duras, intensas e longas”, devendo prolongar-se pela noite fora e por vários dias, se necessário.

No domingo à noite os ministros portugueses e espanhol já estiveram reunidos para tentar consertar as estratégias dos dois países, antes do início das conversações às 09:30 (08:30 de Lisboa).

A proposta da Comissão Europeia de possibilidades de pesca para o Atlântico em 2011, apresentada no início de Novembro e que serve como base das negociações, contempla uma redução global de quotas na ordem dos 10 por cento, com cortes para diversas espécies pescadas em águas portuguesas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.