Bolsa

Lisboa fecha em terreno negativo após três sessões em alta


 

Lusa / AO online   Economia   11 de Fev de 2010, 15:48

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI 20, encerrou esta quinta-feira a descer 0,64 por cento para os 7.583,27 pontos, após três sessões de ganhos consecutivos e face a uma Europa que fechou sem tendência definida.
Dos 20 títulos que compõem o índice de referência, 16 desvalorizaram e apenas quatro encerraram em alta, numa sessão em que foram movimentadas 80,2 milhões de acções, no valor global de 183,7 milhões de euros.

O PSI 20 inverteu da tendência de subida na abertura e fechou pressionado, sobretudo, pelo sector da banca, com o BPI a perder 2,9 por cento para 2,015 euros, o BES a recuar 1,9 por cento para 3,9 euros e o BCP a cair 1,8 por cento para 0,771 euros.

As energéticas EDP e EDP Renováveis também registaram perdas acentuadas, com quedas de 1,7 por cento para 2,073 euros e para 5,899 euros, respectivamente.

A Teixeira Duarte liderou as quedas, com um recuo de 3,2 por cento para 0,958 euros, depois de ter avançado mais de 15 por cento na quarta-feira, depois de ter sido anunciado que a brasileira Camargo Corrêa comprou a totalidade da participação da Teixeira Duarte na Cimpor (22,17 por cento), pagando 6,5 euros por acção

A Brisa, a Mota Engil, a Sonae e a Portucel também perderam hoje mais de um por cento, seguidas pela Sonae Indústria, Semapa, Zon, Cimpor, Sonaecom e Altri, com quedas mais ligeiras.

Pela positiva, a Jerónimo Martins cresceu 3,5 por cento, com o anúncio de que já destronou na Polónia o gigante alemão Metro, que em Portugal detém as marcas Makro e Media Markt, com a inauguração da loja número 1.500 da Biedronka.

A Galp Energia subiu 1,05 por cento para 11,05 euros, a REN ganhou 0,63 por cento para 2,865 euros e a Portugal Telecom fechou o lote das subidas com uma progressão de 0,4 por cento para 7,63 euros.

Lá fora, os principais mercados europeus fecharam a sessão de hoje sem tendência definida, com Madrid a perder 1,7 por cento, Frankfurt a cair 0,51 por cento e Paris a descer 0,52 por cento.

Por seu turno, Londres terminou em contraciclo a valorizar 0,62 por cento.

O índice Euronext 100 regrediu 0,20 por cento para 639,27 pontos e o DJ Stoxx 50 avançou 0,40 por cento para 2.425,64 pontos.

A União Europeia disse hoje oficialmente que vai ajudar a Grécia a sair de uma situação económica sem precedentes, mas a falta de medidas concretas foi penalizada pelos mercados.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.