Linhas aéreas da Malásia confirmam que aparelho se despenhou em zona controlada pelos separatistas


 

Lusa/AO online   Internacional   17 de Jul de 2014, 16:56

As linhas aéreas malaias confirmaram que o aparelho que hoje desapareceu dos radares quando sobrevoava o leste da Ucrânia se despenhou, mas sem indicar as razões, segundo um comunicado do conselho de administração da empresa citado pela AFP.

"O número de vítimas é ainda desconhecido", refere o comunicado, precisando que o avião se despenhou numa zona controlada pelos separatistas pró-russos.

O aparelho, um Boeing-777 da Malaysia Airlines, que fazia a ligação entre Amesterdão e Kuala Lumpur, desapareceu hoje dos radares da Ucrânia a uma altitude de 10.000 metros, segundo fontes policiais ucranianas citadas pela agência noticiosa russa Interfax.

O aparelho perdeu a comunicação com terra na região oriental de Donetsk, perto da cidade de Shaktarsk, e palco de combates entre forças governamentais ucranianas e rebeldes federalistas pró-russos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.