Linha gratuita SOS Ambiente entra hoje em funcionamento nos Açores

Linha gratuita SOS Ambiente entra hoje em funcionamento nos Açores

 

Lusa/AO online   Regional   1 de Jan de 2018, 10:42

A linha SOS Ambiente dos Açores entra hoje em funcionamento, uma medida para potenciar de forma simples a denúncia por parte dos cidadãos de problemas ambientais de cada uma das nove ilhas açorianas.

Trata-se de uma linha telefónica gratuita - 800 292 800 – que funcionará 24 horas, todos os dias do ano, nos Bombeiros Voluntários da Madalena, na ilha do Pico, aproveitando a estrutura já existente na corporação para a monitorização do acesso à montanha, o ponto mais alto de Portugal.

Segundo o executivo açoriano, este novo serviço de atendimento telefónico permanente do Governo dos Açores surge em complemento do serviço ‘online’ “Na minha ilha”, que recebe denúncias relacionadas com incumprimento ou de risco ambiental.

O operador, quando receber a chamada, tem um formulário pré-definido no qual vai ter de tipificar a ocorrência e atribuir-lhe um de quatro níveis (emergência, urgência, pouco urgente e não urgente), determinando o tipo de encaminhamento e resposta.

De acordo com informação disponibilizada recentemente pelo Governo açoriano, a linha SOS Ambiente destina-se à participação de ocorrências nos domínios da qualidade ambiental, gestão de resíduos, conservação da natureza, ordenamento do território e recursos hídricos, designadamente quando possam estar em causa violações da legislação ambiental e dos instrumentos de ordenamento do território ou riscos para as pessoas, animais, natureza e património.

“Esta linha é uma forma de promover a cidadania ambiental e a responsabilização de cada um de nós na proteção do património natural de cada uma das nove ilhas dos Açores”, afirmou recentemente, em declarações à agência Lusa o diretor regional do Ambiente, Hernâni Jorge, sublinhando que se trata de “uma forma simples e fácil para dar voz à natureza”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.