Liderança do PSD/Açores disputada este mês por dois militantes

Liderança do PSD/Açores disputada este mês por dois militantes

 

Lusa/AO Online   Regional   5 de Dez de 2016, 18:14

O empresário Paulo Silva formalizou hoje a candidatura à liderança do PSD/Açores, que vai disputar com o atual presidente, Duarte Freitas, anunciando um projeto "alternativo e agregador" para dois anos.

 

“Formalizámos 672 assinaturas sem recursos a estruturas do partido. Fomos nós sozinhos, com empenho, dedicação e amor à causa de que há muito tempo não me lembro. Senti novamente o que era o PPD/PSD”, afirmou Paulo Silva, em conferência de imprensa na sede do partido em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

O atual presidente do partido, Duarte Freitas, foi o primeiro a formalizar a candidatura, seguido hoje de Paulo Silva, no último dia previsto para o efeito.

As eleições diretas no PSD/Açores estão agendadas para o próximo dia 19.

Segundo Paulo Silva, de 47 anos, o projeto que lidera visa trabalhar com as bases do partido, caracterizando-se por ser “alternativo, agregador, motivador, reorganizador” e “muito distinto” do projeto do seu adversário.

“Temos um projeto derrotado em três anos e uma esperança de uma nova liderança no partido. Temos um projeto isolado e um projeto que quer agregar, congregar e ganhar esperança para um futuro”, destacou Paulo Silva, que desafiou Duarte Freitas para um debate “à porta aberta”.

Com o título “Somos mais fortes”, a moção global de estratégia de Paulo Silva é “condensada e muito explícita”, mas o candidato explicou que o documento será primeiro apresentado aos militantes do PSD/Açores “por respeito”.

“Sou a pessoa que corre por fora, que saiu da sua zona de conforto, porque entende que o partido precisava de mais”, referiu Paulo Silva, sem dúvidas quanto ao projeto vencedor que lidera.

Paulo Silva lamentou ainda a “falta de esclarecimento e lisura do partido” durante a fase de pré-formalização das duas candidaturas junto dos militantes, sem especificar, mas pedindo mais seriedade.

“O partido é sério, mas as estruturas também têm de ser sérias”, afirmou o candidato, que percorreu sete das nove ilhas para dar a conhecer o seu projeto para a liderança do PSD/Açores.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.