Paquistão

Líder talibã paquistanês morto por ataque norte-americano


 

Isidro Fagundes / Ana Carvalho Melo   Internacional   9 de Fev de 2010, 11:26

O líder dos talibãs paquistaneses, Hakila Mehsud, morreu após um ataque com mísseis de um avião não-tripulado norte-americano no passado dia 14 de Janeiro, confirmou à Agência EFE uma fonte dos Serviços Secretos paquistaneses. A notícia foi esta terça-feira avançada pelo El Pais.
“As nossas informações confirmam a morte de Mehsud, um duro golpe para os insurgentes que afectará as suas operações” adiantou a fonte.

O comando central não se pronunciou ainda sobre o falecimento de hakila Mehsud, refere o El Pais. No entanto, um oficial talibã anónimo disse que a morte do combatente foi causada por feridas profundas quando estava a ser transportado para Karachi.

Adianta ainda a fonte que Nur Jamal foi já nomeado sucessor temporário do movimento talibã paquistanês.

O Ministro do Interior paquistanês – que já errou no passado sobre as mortes de líderes talibãs, ressalva o El Pais – reconheceu que não tem ainda a confirmação, mas que “as pessoas que vêm das áreas tribais dizem que está morto e enterrado”, o que contraria as declarações de Azam Tariq, porta-vos dos talibãs, que assegura que o líder “está bem”, segundo uma televisão local.

Mehsud, que em apenas meio ano organizou uma das piores ondas de violência terrorista no Paquistão, com 900 assassinatos e meia centena de atentados, assumiu a liderança dos insurgentes em finais de Agosto, após a morte do anterior chefe, Baitulá Mehsud, em outro ata    que dos EUA, noticia ainda o El Pais.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.