Líder regional do CDS-PP apela aos eleitores que exerçam o direito cívico


 

AO/Lusa   Regional   16 de Out de 2016, 14:28

O líder do CDS-PP/Açores, Artur Lima, apelou hoje à população açoriana para que exerça o seu direito de voto, considerando que é preciso estudar as causas da elevada abstenção no arquipélago.

 

“Apelo às pessoas que exerçam o seu direito cívico, que é o voto e que é muito importante exercer em democracia”, frisou, em declarações aos jornalistas.

Artur Lima falava depois de votar para as eleições legislativas regionais, na Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade, em Angra do Heroísmo, onde chegou acompanhado pela mulher e por uma das filhas.

O líder centrista disse esperar que não haja uma abstenção elevada “para bem da democracia”, considerando que é necessário estudar a baixa participação cívica dos açorianos.

“Normalmente nos Açores há um desinteresse pelo ato eleitoral e um desinteresse por votar e era preciso perceber essa causa. Nunca se quis perceber isso, o que é mau. Independentemente do que acontecer hoje, eu julgo que todos se deviam debruçar e entender para perceber quais as causas da abstenção nos Açores”, salientou.

Artur Lima, que é cabeça de lista do CDS-PP pelo círculo eleitoral da ilha Terceira, adiantou que vai esperar pelos resultados eleitorais na sua freguesia natal, assegurando ter “boas expectativas” e “consciência do trabalho feito”.

Para a votação de hoje estão inscritos 228.160 eleitores que vão escolher os deputados à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores para os próximos quatro anos.

De acordo com os resultados das eleições, o Representante da República nomeia depois o presidente do Governo Regional que, por sua vez, propõe os membros do executivo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.