Açores/Eleições

Líder do PSD em campanha de rua na Terceira, mas nem sempre foi reconhecido

Líder do PSD em campanha de rua na Terceira, mas nem sempre foi reconhecido

 

Lusa/AO Online   Regional   7 de Out de 2016, 14:15

O líder do PSD/Açores e candidato por São Miguel às eleições regionais percorreu hoje a pé o centro histórico da Praia da Vitória, na ilha Terceira, para apelar ao voto, mas nem sempre foi reconhecido.

Num dos vários cafés em que Duarte Freitas entrou dirigiu-se a um grupo de jovens, que tomava café, para lhes entregar panfletos do PSD e canetas, mas questionados, posteriormente, pela Lusa disseram que desconheciam quem haviam acabado de cumprimentar.

“Não me recordo do nome. Sei que é da política e aparece na televisão”, disse um dos jovens, sem se identificar, ao que um dos amigos acrescentou: “É o Freitas, que é candidato para o Governo ou coisa do género”.

Numa tradicional loja de ferragens, o candidato social-democrata entrou para perguntar se vendiam pés de cabra, alegando que “talvez precise para arrancar quem está há 20 anos no governo”, tendo entregue um cartão do PSD ao proprietário.

À Lusa, o empresário, Luciano Mendes admitiu não saber bem quem era aquele político, nem quando eram as eleições, nem tão pouco se o sufrágio em questão era para a câmara municipal, que na Praia da Vitória é liderada pelo PS, ou se era para o Governo Regional.

Também Lúcia Oliveira, 34 anos, que observava o movimento da arruada “laranja” numa das principais ruas da cidade, onde não passam carros, admitiu que a cara de Duarte Freitas não lhe era estranha, mas não foi capaz de dizer o nome do líder do PSD/Açores.

“Acho que ele é candidato para umas eleições no dia 17 de outubro, não é essa a data?” disse Lúcia Oliveira, desempregada há mais de um ano.

Já na barbearia familiar de Hernâni Rocha, aberta há 51 anos, “política é assunto que não faz parte das conversas do dia-a-dia”, adiantando o proprietário que o que os clientes mais gostam de falar enquanto cortam o cabelo é de “festas e touradas”.

Ao ver Duarte Freitas entrar na barbearia o empresário perguntou-lhe: “Quer cortar o cabelo?”, tendo o candidato dito que “hoje não” e que só ali estava para lembrar que havia eleições regionais no dia 16 de outubro e “é preciso ir votar sem medo”.

Depois do sol veio a chuva e Duarte Freitas apressou-se a entrar numa loja de móveis de telemóvel na mão, dizendo aos jornalistas que esperava que São Pedro fosse consciente e não mandasse chuva no dia das eleições, para que as pessoas possam ir votar.

Houve ainda tempo para esclarecer trocadilhos, pois a duas senhoras que tomavam café Duarte Freitas assegurou que estavam bem nas mãos do César, não o Carlos César (PS), mas o César Toste, o segundo candidato da lista do PSD pelo círculo da Terceira e presidente da junta de freguesia da vila das Lajes.

Para a votação de dia 16 estão inscritos 228.160 eleitores que vão escolher os 57 deputados à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores para os próximos quatro anos.

De acordo com os resultados das eleições, o Representante da República nomeia depois o presidente do Governo Regional que, por sua vez, propõe os membros do executivo.

Treze forças políticas apresentam-se a votos, mas nem todas concorrem nos dez círculos eleitorais. Apenas aos círculos de São Miguel, que elege 20 deputados, e de compensação, que elege cinco, concorrem todas.

Nas últimas eleições regionais, realizadas a 14 de outubro de 2012, o PS venceu com maioria absoluta e elegeu 31 deputados, seguido de PSD com 20 mandatos e do CDS-PP com três. BE, CDU e PPM elegeram um parlamentar cada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.