Líder do PSD/Açores quer mecanismo europeu para compensar queda do preço do leite

Líder do PSD/Açores quer mecanismo europeu para compensar queda do preço do leite

 

Lusa/AO Online   Regional   6 de Abr de 2015, 18:18

O líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, defendeu hoje que Portugal deve lutar pela criação de um "mecanismo" na União Europeia para compensar a descida do preço do leite a partir de um determinado valor.

"O que estamos a lutar é para sensibilizar para a criação deste mecanismo. Há um ano ou dois, não havia esta sensibilidade em Bruxelas, nem nos países membros da União Europeia. Começa a haver alguma abertura nalguns países para se criar este mecanismo e é aí que temos de apostar", salientou.

Duarte Freitas falava aos jornalistas no final de uma reunião com a direção da Cooperativa Agrícola União Sebastianense, no concelho de Angra do Heroísmo.

Para o líder regional social-democrata, face aos impactos que o fim do regime das quotas leiteiras poderá trazer nos preços e na redução de margens, a União Europeia deverá criar "um mecanismo que intervenha a partir de um determinado nível".

A concretização desta medida deverá ser definida numa "fase mais avançada", mas, para já, Duarte Freitas considera que é importante que Portugal tente sensibilizar outros países membros da União Europeia, garantindo que a nível nacional há "boa vontade nesse sentido".

O líder regional social-democrata defendeu ainda uma majoração desse apoio para os Açores, tendo em conta o "peso social e económico que os laticínios têm" no arquipélago.

"Esse mecanismo tem de ter uma incidência em particular nas regiões mais desfavorecidas, mais fragilizadas e mais dependentes dos laticínios, como é o caso dos Açores", frisou.

A nível regional, Duarte Freitas voltou a reivindicar a criação de um observatório dos preços do leite e dos produtos agrícolas, alegando que sem acompanhar a formação do preço do leite é difícil apresentar argumentos para pedir que o mecanismo de compensação seja ativado.

O líder regional social-democrata, que foi eurodeputado entre 2004 e 2009, salientou que foi "o primeiro" a alertar para o fim das quotas leiteiras, apesar de ter sido acusado de alarmista na altura, e acusou o ex-ministro da Agricultura Jaime Silva de ter incentivado o fim das quotas leiteiras, em vez de as tentar travar.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.