Líder do PSD/Açores diz que “não há equilíbrio de poderes” na região

Líder do PSD/Açores diz que “não há equilíbrio de poderes” na região

 

Lusa/AO Online   Regional   20 de Out de 2017, 13:46

O líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, entende que "não há equilíbrio de poderes" na região, porque há "Governo a mais", razão pela qual entende que é necessário refletir sobre o "aperfeiçoamento da autonomia" regional.


O dirigente social-democrata, que falava hoje em conferência de imprensa, na Horta, entende que, passadas mais de quatro décadas após a implantação do sistema autonómico, "justifica-se inteiramente" debater o atual momento da autonomia e a forma como os açorianos vivem a democracia.

"Eu acho que, no âmbito de uma boa vivência democrática, precisamos de muito mais equilíbrio de poderes nos Açores", salientou Duarte Freitas, que entende que "não há equilíbrio de poderes e há Governo a mais" nas ilhas.

No seu entender, o executivo açoriano do Partido Socialista "exerce uma atividade que, muitas vezes, condiciona os açorianos e os faz depender do Governo", considerando, por isso, que é necessário "mais cidadania" e "menos Governo" no arquipélago.

Por essa razão, os sociais-democratas vão organizar um ciclo de conferências, subordinadas ao tema "Autonomia e Democracia - os Açores de Hoje", abertas à sociedade civil e que pretendem que sejam participadas por personalidades de vários quadrantes políticos, do mundo laboral, do meio empresarial e também da comunicação social.

O ciclo de conferências, para as quais já foram convidados todos os partidos com assento na Assembleia Legislativa dos Açores, terá, segundo Duarte Freitas, três linhas orientadoras: a necessidade de mais economia e menos dependência, mais sociedade e menos desigualdade e menos governo e mais cidadania.

A primeira destas conferências está marcada para o dia 24 de outubro, em Ponta Delgada, e terá como oradores Jaime Gama, ex-presidente da Assembleia da República, e Carlos Amaral, professor da Universidade dos Açores.

No final de todas as conferências, que se prolongam até outubro de 2018, o PSD/Açores pretende reunir em livro todas as reflexões e contributos dos intervenientes.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.