Líder do PSD/Açores apela à união para partido "recuperar a confiança"

Líder do PSD/Açores apela à união para partido "recuperar a confiança"

 

LUSA/AO Online   Regional   22 de Jan de 2017, 14:12

O líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, apelou hoje à união do partido para que este possa "recuperar a confiança" junto dos açorianos, sustentando que "as eleições não mudam a realidade" e "nem pagam dívidas".

“Acreditamos que a soma de todas as partes, por mais diversas que possam ser, é a única resposta que poderá levar o nosso partido a recuperar a confiança que queremos que os açorianos voltem a depositar em nós”, afirmou Duarte Freitas, no encerramento do XXII Congresso Regional do partido, em Rabo de Peixe, no concelho da Ribeira Grande. O PSD/Açores perdeu as eleições regionais de outubro de 2016 que reelegeram o socialista Vasco Cordeiro para presidente do Governo dos Açores. Segundo disse, “é verdade que perdemos as eleições, mas também é verdade que houve dezenas de milhares de açorianos que confiaram no PSD/Açores e no seu programa”. “A nossa força será tanto maior quanto mais capazes formos de congregar à nossa volta vontades e ideias”, salientou o líder regional do PSD, assegurando que o partido sai “revigorado e unido” do congresso para fazer uma oposição “ativa para servir os Açores”. Duarte Freitas frisou que o PSD/Açores “é um partido de gente desassossegada e inquieta, que procura transformar a sociedade, reformando-a, com o sentido de ninguém ficar para trás”. “A tarefa de uma oposição ativa não passa apenas pelo combate às políticas erradas que prejudicam os Açores. Passa também especialmente por apresentar alternativas a essas políticas, tendo sempre como objetivo servir os Açorianos”, sustentou. O líder do PSD/Açores adiantou que o partido vai apresentar no parlamento regional uma proposta de redução da taxa normal do IVA de 18 para 16 por cento, o que, se for aprovada, vai permitir que “as famílias açorianas paguem menos pela eletricidade ou por uma botija de gás” e “dinamizar a economia”. Duarte Freitas insistiu na criação do programa gerações, para criar “emprego para mais de 1.000 jovens, rejuvenescendo ao mesmo tempo a administração pública regional”, o que "não implica mais despesa para o orçamento regional" A proposta social-democrata visa "dar a possibilidade de os funcionários públicos com 60 ou mais anos de idade poderem antecipar voluntariamente a sua aposentação com condições financeiras atrativas", acrescentou. Na saúde, o líder regional social-democrata assegurou que o partido “vai continuar a combater as políticas de saúde erradas que deixam 10 mil açorianos a desesperar por uma cirurgia” e disse que o PSD/Açores “não desiste de propor a criação de Unidades de Saúde Familiar”. Na educação, adiantou que vai propor a criação de contratos de autonomia com as escolas e uma linha de formação vocacional para alunos a partir dos 14 anos com, pelo menos, duas retenções registadas, e defender o ensino das Tecnologias de Informação e Comunicação no segundo ciclo do ensino básico. Duarte Freitas adiantou ainda que o seu partido voltará a propor, no parlamento, que seja instituída uma Unidade Técnica de Apoio Orçamental, "tal como já existe há muitos anos na Assembleia da República". Esta Unidade, segundo o líder do PSD/Açores, “totalmente independente do governo”, terá a função de “fiscalizar as finanças públicas regionais”, preconizando a criação de um Conselho Económico e Social independente da tutela governativa”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.