Líder do PSD/Açores alerta para perigos da "ineficácia" do Governo Regional

Líder do PSD/Açores alerta para perigos da "ineficácia" do Governo Regional

 

Lusa/AO online   Regional   22 de Abr de 2015, 18:58

O presidente do PSD/Açores disse que quer "protagonizar um novo ciclo da autonomia" da região, alertando para o perigo de "a ineficácia do Governo Regional socialista" ser confundida com "incapacidade" do poder autonómico para resolver problemas das ilhas.

 

Duarte Freitas afirmou que o seu projeto "tem como objetivo protagonizar um novo ciclo para a autonomia dos Açores, capaz de responder aos problemas da geração mais qualificada de sempre e que se transformou na geração mais desempregada de sempre".

Para o líder do PSD nos Açores, há hoje o perigo de "se confundir a ineficácia do Governo Regional socialista com incapacidade da autonomia para resolver os problemas dos açorianos".

"Temos o maior desemprego jovem do país, das maiores taxas de abandono e insucesso escolar da União Europeia e não foi a autonomia que gerou esta realidade. Quem governou os Açores durante os últimos 18 anos [o PS] é o único responsável por estes maus resultados", disse Duarte Freitas, citado num comunicado do PSD/Açores.

Segundo o comunicado, Duarte Freitas falava à margem da primeira sessão pedagógica sobre a autonomia que o PSD/Açores vai realizar em todas as escolas profissionais da região.

"Foi a autonomia que permitiu que os Açores tenham a geração mais qualificada de sempre e foram as políticas socialistas que geraram o maior desemprego jovem de sempre", acrescentou, dizendo que há também "graves problemas de coesão" no arquipélago.

Para Duarte Freitas, "um jovem das Flores ou da Graciosa tem menos oportunidades do que um jovem de São Miguel ou da Terceira", o que tem contribuído "para acentuar divergências entre as diferentes ilhas".

Segundo uma informação divulgada na segunda-feira pelo PSD/Açores, o partido vai organizar "sessões pedagógicas sobre a autonomia" nas escolas profissionais "com o objetivo de sensibilizar as novas gerações para a importância do regime autonómico açoriano".

Estas sessões decorrerão ao longo dos próximos meses e contarão com a presença de deputados do partido no parlamento dos Açores que falarão "sobre a organização constitucional do regime autonómico".

A primeira sessão decorreu hoje, na Ribeira Grande, ilha de São Miguel.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.