Líder do PPM vai ser recebido em Belém por causa da greve de fome de deputado açoriano

Líder do PPM vai ser recebido em Belém por causa da greve de fome de deputado açoriano

 

Lusa/AO Online   Regional   2 de Mar de 2018, 12:45

O chefe de Estado disse hoje que o líder do Partido Popular Monárquico (PPM), que pediu uma audiência na sequência da greve de fome de um deputado açoriano, irá ser recebido na Presidência da República na “próxima semana”.


"Pediu uma audiência e naturalmente irá ser recebido na Presidência da República na próxima semana", disse Marcelo Rebelo de Sousa, sem se pronunciar sobre o caso que está a causar polémica nos Açores.

O Presidente da República falava aos jornalistas no Porto, onde está a acompanhar o último dia da visita a Portugal do seu homólogo alemão, Frank-Walter Steinmeier.

O deputado da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores Paulo Estevão, que se encontra em greve de fome há 12 dias em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, avançou com esta iniciativa devido à ausência de cantina ou refeitório na escola do Corvo.

Na quarta-feira, o presidente do PPM, Gonçalo da Câmara Pereira, disse estar preocupado com a saúde do deputado Paulo Estevão.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.