Política

Líder da oposição do Camboja condenado a dois anos de prisão


 

Lusa / AO online   Internacional   27 de Jan de 2010, 14:22

O líder da oposição parlamentar no Camboja, Sam Rainsy, que vive actualmente exilado em França, foi esta quarta-feira condenado a dois anos de prisão por ter mudado os marcos fronteiriços com o Vietname, confirmou o próprio a agências internacionais.
O político indicou que foi condenado pelo tribunal da província de Svay Rieng (sudeste) por incitação à discriminação racial e degradação voluntária de marcos fronteiriços.

Em Outubro de 2009 o líder da oposição e ex-ministro das Finanças organizou uma marcha na província de Svay Rieng e mudou seis marcos que, segundo o próprio, o Vietname terá deslocado unilateralmente, provocando intensos protestos em Hanoi.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.