Paquistão

Libertado jornalista refém de rebeldes islamitas desde Março


 

Lusa/AO online   Internacional   9 de Set de 2010, 11:56

Um jornalista britânico, Asad Qureshi, foi libertado esta quinta-feira por um grupo de rebeldes islamitas que o tinham raptado, com dois espiões paquistaneses, em Março, no noroeste do Paquistão, anunciou a embaixada do Reino Unido.
“Asad Qureshi foi libertado e uma equipa do nosso consulado está a dar-lhe assistência”, declarou George Sherriff, porta-voz da embaixada britânica em Islamabad, sem adiantar mais pormenores.

Qurashi é um jornalista de uma televisão independente que realizou vários documentários no Paquistão, onde viveu nos últimos anos.

Asad Qureshi, Khalid Khawaja, um antigo responsável dos serviços secretos paquistaneses (ISI), bem como um coronel do exército paquistanês na reserva, foram raptados em Março quando se deslocaram ao distrito tribal Waziristão do Norte, bastião dos talibãs paquistaneses aliados da Al-Qaida e dos homólogos afegãos, para realizar um documentário, segundo a família do jornalista.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.