Media

Le Monde diz ter sido espiado por ordem da presidência francesa


 

Lusa/AO online   Internacional   13 de Set de 2010, 18:27

O jornal Le Monde acusou esta segunda-feira a presidência francesa de ter ordenado que fosse espiado para identificar uma fonte de informação sobre o caso que envolve a multimilionária Liliane Bettencourt e o ministro do Trabalho, Eric Woerth.
O jornal disse que vai apresentar queixa na justiça nos próximos dias por violação das leis sobre protecção de fontes dos jornalistas.

O Eliseu desmentiu de imediato as informações do Le Monde e disse não ter dado "a mínima instrução" para se investigar a origem das informações do jornal.

Agentes dos "serviços de contra-espionagem foram utilizados para procurar o informador" de um repórter do jornal, acusa o Le Monde.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.