Lançado concurso para primeira fase da requalificação da frente-mar da Horta

Lançado concurso para primeira fase da requalificação da frente-mar da Horta

 

Lusa/Açoriano Oriental   Regional   28 de Jun de 2017, 11:56

O concurso público para a primeira fase de requalificação da frente-mar da Horta, obra de cerca de 1,5 milhões de euros.

Os trabalhos, com um prazo de execução de dez meses, contemplam a requalificação do adro da Igreja das Angústias, do largo Infante D. Henrique e a execução de um parque de estacionamento.

À agência Lusa, o presidente da Câmara da Horta, José Leonardo Silva, explicou que o parque, parcialmente coberto, terá capacidade para cerca de 150 lugares de estacionamento.

José Leonardo Silva adiantou que a autarquia dividiu a requalificação da frente-mar da cidade da Horta, na ilha do Faial, em cinco troços.

"Como a intervenção vai ser feita em toda a cidade, é necessário que esta continue a funcionar, a viver", justificou o autarca, referindo que o investimento tem um financiamento de 85% da parte elegível pelo Programa Operacional 2020.

Segundo o presidente da câmara, o próximo troço, que "vai contemplar toda a Praça do Mar, na zona da avenida até à entregada da antiga esquadra da PSP", deverá arrancar no início de 2018.

"Este projeto pretende virar, cada vez mais, a cidade para o mar e a marina à cidade", acrescentou José Leonardo Silva.

Em abril, o autarca anunciou que o município vai investir até 2022 cerca de dez milhões de euros na obra de requalificação da frente-mar da cidade, obra que considera prioritária para o futuro do concelho.

A intervenção contempla a requalificação de cerca de uma dezena de artérias citadinas, a construção de um jardim junto ao mar e a criação de parques de estacionamento.

O investimento, dividido em cinco fases, contempla intervenções em todo o litoral da cidade da Horta, englobando 42 projetos específicos de intervenção, com o intuito de requalificar a cidade e melhorar as acessibilidades.

"Esta obra permitirá criar mais emprego e dar um novo impulso à nossa economia", disse na ocasião José Leonardo Silva.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.