Rússia

Kremlin adia render da guarda pela quinta vez devido ao calor


 

Lusa / AO online   Internacional   13 de Ago de 2010, 18:24

O render da guarda presidencial do Kremlin em Moscovo, previsto para sábado, foi adiado pela quinta vez devido ao calor, anunciou esta sexta-feira o Serviço Federal da Guarda russa.
A cerimónia realizou-se pela última vez há mais de um mês, a 10 de Julho.

Uma onda inédita de calor em Moscovo, que começou em meados de Junho, bateu mais de dez recordes nos termómetros da capital russa. Além disso, os fumos provenientes dos incêndios florestais nos arredores estão a dificultar ainda mais a vida dos moscovitas.

O fumo recuou no início da semana, mas os serviços meteorológicos prevêem o regresso no fim-de-semana.

“Nos próximos dias esperam-se condições meteorológicas desfavoráveis, provocadas pelas ondas de ar poluídas das regiões dos incêndios nas florestas e turfeiras”, informaram os Serviços Meteorológicos russo num comunicado distribuído à imprensa.

O render da guarda na Praça Sovornaia realiza-se aos sábados, durante o verão. Os militares do Serviço Federal da Guarda, que participam na cerimónia, vestem uniformes solenes do início do século XX, confeccionados em tecidos de lã.

Nesta cerimónia solene, que dura 20 minutos e se realiza há seis anos, a companhia da Guarda Presidencial faz uma demonstração com armas e os guardas montados a cavalo desenham o chamado “carrossel”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.